Com Agostinho Alves - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Valores invertidos

Escrito por Agostinho Alves. Publicado em OPINANDO

Boca do Acre é a terra dos contrários. Quem busca o caminho da honestidade, de uma sociedade à margem da ilegalidade, é mal visto, mais do que isso, execrado, achincalhado, tido como inimigo do povo. Já que coaduna com a corrupção, quem pensa individualmente, esse é bem visto, é abraçado e valorizado. Essa é a Boca do Acre.

Vale a pena ser honesto?

Diante de tudo isso, as vezes nos perguntamos, se para viver bem em Boca do Acre, vale mesmo à pena ser honesto? Pois em uma terra que tudo é entendido pelo lado avesso, é importante fazer a pergunta.

A câmara não pode cobrar sem se corrigir

Assim disse o vereador Vângelo Araújo. “A Câmara Municipal de Boca do Acre, para cobrar alguma coisa, tem que primeiro corrigir os erros internos”. O ‘Gordo’ disse que já identificou muita coisa errada nesse pouco tempo de legislatura e disse que em breve estará pondo a boca no trombone, falando sobre maracutaias gigantescas que ocorrem no seio da CMBA.

Separação

Aquilo que estava somente nos bastidores, já foi alardeado depois de uma declaração do vereador Adautivo da Silva nas redes sociais, quando esse se mostrou insatisfeito com os rumos que o governo Zeca está tomando.

Governo perdido

Zeca está demonstrando, pelo menos a princípio, que não é nada daquilo que a sociedade esperava dele. José Maria, mais de nove mil pessoas votaram em você, não foi por seus belos olhos, foi acreditando que tu irias fazer diferente de tudo e de todos, pois essa sociedade estava e está cansada de governo pilantra.

Afaste-se

Não seja mais um, ainda há tempo. Afaste-se dos corruptores, não se deixe seduzir pelo veneno da corrupção.

Parabéns pelo carnaval

Não foi algo extraordinário, mas aconteceu. O Carnaval promovido pela prefeitura de Boca do Acre foi uma bela iniciativa de resgate das festividades do município, dando opção para o povo que vive aqui, de lazer e entretenimento. Parabéns!

Manoel talvez não sai, pois ele sabe muito

Manoel Barbosa talvez não sairá do Governo Zeca. O motivo: ele sabe demais, sabe de tudo, de todos, e se abrir a boca, talvez não sobre nada.

Enigma

A história é a seguinte: Ele devia 200 mil para um grande empresário acreano, pegou uma nota de 500 mil, pagou a dívida e os outros 300 mil, dividiu com ele e com o amigo. Foi somente isso o que me contaram, sem dar nome aos bois. Desvende o enigma.

Mudança

O governo já deve propor as primeiras mudanças agora. Na lista, talvez estejam as secretarias de Obras e Saúde.